Pages

quarta-feira, 10 de outubro de 2012


(3/15) Aceito

Engraçado como nossas reações nos reservam surpresas: hoje saí de casa com minha marmitinha para o almoço e a certeza de que não cometeria nenhum deslize na festinha que estava programada  no meu local de trabalho.

Dentro de minha programação, sentei lindamente em minha mesinha com minha refeição e saboreei segura de que a falta de apetite me deixaria imune as guloseimas mas o que não deixei claro em minha mente é que tenho uma grande dificuldade para dizer: NÃO e precisava me fortalecer psicologicamente para enfrentar a insistência das pessoas.

Arrumei a mesa, ajudei a organizar tudo e retirei-me da mesa dos quitutes para evitar qualquer forma de sabotagem mas bastou um colega argumentar que estava delicioso e uma pequena provinha valeria a pena para rapidamente experimentar: 1/2 briochinho, 1 empada, 2 salgados fritos e uma fatia pequena de bolo.

Meu primeiro pensamento foi de total indignação pela minha pouca  capacidade em resistir e o próximo pensamento seria o de não me perdoar e continuar aumentando o erro pois já tinha falhado mesmo, seria melhor parar por aqui e abandonar tudo o que tinha proposto. 
Por que não continuar comendo? Mais um salgado, mais um pedaço de bolo e quem sabe até mesmo 1 copo de refrigerante (na verdade não me traz nenhum prazer), afinal de contas já tinha fugido do meu esquema alimentar.

Naquele momento ACEITEI minha limitação, ACEITEI me perdoar, ACEITEI que erros são formas de aprendizado e aqui estou tranquilamente terminando o meu dia com a sensação de dever cumprido e a certeza de que para reconfigurarmos nossa vida precisamos de tempo, deslizes, acertos, consertos, remendos mas com a consciência de que é preciso identificar a dificuldade, maneirar e recomeçar o quanto antes com muita energia para continuar fazendo tudo direitinho.

Precisamos entender e ACEITAR quem somos, o que somos, o que queremos, onde podemos chegar e tudo aquilo que envolve nossas vidas, nossa motivação e nossos valores.

Estou aqui feliz por continuar na caminhada com a certeza de que a ACEITAÇÃO e o PERDÃO de minhas falhas e dificuldades são fundamentais em qualquer processo de transformação.

Você tem consciência de suas limitações, consegue identificá-las e aceitá-las?

Bjks e até amanhã



2 Comentários

2 comente aqui!:

Amélia Calórica disse...

Dric@ minha querida amiga nem sei como te agradecer todas as coisas que vc sempre me fala e olha estamos em sintonia eu tb estou bem assim fazendo uma analise escrevendo e buscando melhorar em muitas coisas e aceitação é uma delas estou me aceitando com minhas limitações e buscando melhorar em muitos aspectos acho que se parar no tempo tudo fica sem graça adoooooooooro escrever.
Adoro tudo isso um grande abraço
Dani

ivana. disse...

Eu tenho consciência, amiga ... normalmente tenho ... Bela reflexão, um beijo.

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t